SP registra nove mortos e seis feridos em nova noite de violência

A Grande São Paulo registrou ao menos nove mortes e outras seis pessoas feridas a tiros em casos que ocorreram em diferentes regiões entre a noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta. Os casos envolvem ataques de anônimos a pessoas na rua e tiroteios entre policiais e suspeitos por crimes. As informações são da Globo News.

Na região do Jabaquara, na zona sul, policiais trocaram tiros com homens que estavam em uma área de tráfico de drogas. Dois morreram baleados e um foi ferido a tiros. Também na zona sul da capital, na região do M'boi Mirim, seis pessoas que estavam dentro de um bar foram baleadas - três morreram. 

Na zona leste, na região de São Mateus, duas pessoas foram alvejadas dentro de uma padaria. Segundo a Polícia Militar, uma delas morreu. 

Em Franco da Rocha, município que faz parte da região metropolitana de São Paulo, uma motorista de ônibus que se dirigia ao ponto foi assassinada com vários tiros. O cobrador também foi atingido com um tiro de raspão e contou que os disparos foram feitos por um homem que estava do lado de fora e que fugiu. 

Em Diadema, também na região metropolitana, um homem foi baleado e morto. Ainda na Grande São Paulo, em Mauá, um assaltante morreu depois de tentar roubar um policial.

Onda de violência 

Desde o início do ano, ao menos 92 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.