CPI do Cachoeira: grupo de parlamentares quer investigação do PGR

O grupo de parlamentares, composto pelos deputados Rubens Bueno (PPS-PR) e Onix Lorenzoni (DEM-RS); e pelos senadores Randolfe Rodrigues (Psol-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) – todos  integrantes da CPMI do Cachoeira, entregam às 16h30 desta quarta-feira (21) ao procurador geral da República, Roberto Gurgel, representação em que solicita que seja pedido o indiciamento de empresários e políticos ligados ao esquema do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Cachoeira.

Os autores da petição querem que o PGR aprofunde as investigações sobre fatos que não foram apurados na CPMI ou que foram superficialmente analisados. Entre os itens que deputados e senadores pedem a atenção especial do procurador está o relacionado à empreiteira Delta, o bicheiro Cachoeira e vários agentes públicos.

No documento, o grupo pede que se analise o eventual indiciamento de pessoas acusadas de terem relações com o bicheiro, entre elas, Fernando Cavendish (sócio da Construtora Delta), Marconi Perillo (governador de Goiás), Agnelo Queiroz (governador do Distrito Federal), Sérgio Cabral (governador do Rio de Janeiro) e Siqueira Campos (governador de Tocantins) e Raul Filho (prefeito de Palmas).

Um farto material colhido durante os trabalhos da CPMI também foi anexado à representação. O documento será levado pelos próprios parlamentares ao procurador geral da República.