Acordos na Semana de Conciliação chegaram a 50%

Dados encaminhados ao Conselho Nacional de Justiça pelos 43 tribunais que participaram da 7ª Semana Nacional de Conciliação revelam que foram realizadas, entre os dias 7 e 14 últimos, 270.605 audiências de conciliação, tendo sido homologados 135.524 acordos, num percentual da ordem de 50%. A percentagem é superior à verificada no mutirão do ano passado, quando houve 48% de acordos. Somados, os valores chegaram a quase R$ 602 milhões. 

O mutirão judiciário terminou na última quarta-feira, mas até o final desta semana os tribunais poderão atualizar o número de conciliações realizadas durante o "esforço concentrado" do Judiciário, cujo objetivo é resolver conflitos por meio de conciliações.

Ainda conforme o relatório parcial, foram atendidas no mutirão 595.271 pessoas por mais de 16 mil juízes - dos quais 7.500 juízes leigos (que atuam apenas em juizados especiais e centros de conciliação) - e 28 mil conciliadores.

Para o conselheiro José Roberto Neves Amorim, coordenador do Comitê Gestor do Movimento pela Conciliação do CNJ, o aumento do número de acordos pode ser creditado à consolidação, nos últimos sete anos, da política de resolução negociada de conflitos, tanto na sociedade civil como no Poder Judiciário.