PF prende 2 suspeitos de fraudar vestibular de medicina em RO

Um professor de física e matemática e um médico veterinário foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com equipamentos eletrônicos utilizados para possivelmente fraudar o vestibular da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed), em Rondônia. O flagrante aconteceu em Pontes e Lacerda, região oeste de Mato Grosso, no início da tarde de segunda-feira.

Os dois foram abordados por agentes da PRF que trabalhavam em uma operação na região. No interior do carro onde eles estavam, os policiais encontraram uma caixa de sapatos com seis pequenos recipientes contendo pontos de escuta eletrônica. Além disso, sete carteiras com receptores embutidos também foram apreendidas.

Duas peças íntimas femininas também com receptores embutidos foram encontradas. Segundo a PF, um deles acabou confessando ter realizado a prova do vestibular no domingo. O material apreendido e os suspeitos foram encaminhados pela equipe da PRF à Polícia Judiciária Civil, em Pontes e Lacerda.

A Facimed informou, por meio de sua assessoria, que foi comunicada do ocorrido pela Polícia Federal e que acompanha as investigações. No entanto, disse que não existe nenhuma comprovação de que o candidato entrou no local de prova com os aparelhos eletrônicos, já que todos os estudantes tiveram de passar por vistoria com detectores de metais.

A instituição ainda afirmou que não vai suspender o processo seletivo. Pelo menos 2 mil candidatos se inscreveram para o vestibular de medicina e disputam 50 vagas.