País implantou todos instrumentos para evitar apagões, diz ministro

O ministro em exercício do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann, disse hoje (20) que o país implantou “todos os instrumentos para evitar” apagões como os ocorridos no governo de Fernando Henrique Cardoso (1994-2002).

“O Brasil implantou sistemas de planejamento e monitoramento que implicam em reduzir aqueles riscos e eliminar a experiência ruim que o Brasil teve em 2001 e 2002. Todos os instrumentos foram feitos para evitar isso”, disse após audiência pública no Senado.

Segundo Zimmermann, o governo tem buscado melhoria contínua nos serviços para proteger o sistema elétrico de apagões e evitar novos registros. “O governo reconhece a robustez do nosso sistema, mas, por outro lado, não aceitamos esse nível de desligamentos”, disse.

Zimmermann reconheceu que os acidentes ocorridos nas subestações de Foz do Iguaçu (PR)Brasília Sul e Samambaia (DF) e Colinas (TO), acenderam uma “luz vermelha” no governo. Nesse sentido, foi criado um grupo para investigar as ocorrências e redefinir melhorias no sistema de proteção.

“Problemas de equipamento ocorrem, mas quando você começa a ter uma sequência de problemas de proteção, tem uma luz vermelha bem clara”, disse. O titular interino da pasta foi convocado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) em conjunto com a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para esclarecer a ocorrência de apagões em diversas regiões do país.