SP: ação em Paraisópolis soma 53 presos e 19 recapturados

Até as 6h desta segunda-feira, a Operação Saturação já prendeu 53 pessoas em flagrante na favela de Paraisópolis, na zona sul da capital paulista. Além disso, 12 adolescentes foram detidos e 19 foragidos foram capturados, segundo a Polícia Militar (PM).

A ação começou em 29 de outubro e quer reduzir os furtos e roubos na região, que tem mais de 80 mil habitantes. Também visa apreender armas e drogas, além de desmobilizar pontos de tráfico de entorpecentes. Os trabalhos contam com mais de 500 policiais, 100 carros, dois caminhões, 28 motocicletas, oito cães e 60 cavalos, além de um helicóptero Águia.

Além das prisões, a polícia conseguiu apreender 16 armas ilegais, uma granada, 393 munições de diversos calibres, 58,9 kg de cocaína, 343,1 kg de maconha, 534 g de crack e 1.043 unidades de drogas sintéticas.

Desde o último dia 7, a operação foi estendida para outros locais do Estado. De acordo com a PM, outras 53 pessoas foram presas em flagrante, 17 procurados foram capturados e dois adolescentes apreendidos, na Freguesia do Ó e Parada de Taipas, e Santa Inês, respectivamente na zona norte e leste da capital, e em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Além das prisões, a polícia conseguiu apreender 11 armas de fogo - entre elas estão dois fuzis. Ao todo, 18 munições foram encontradas. Mais 182,3 kg de maconha e 3,3 kg de cocaína, além de 16 veículos apreendidos.

Onda de violência 

Desde o início do ano, ao menos 92 policiais foram assassinados no Estado. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua a enfrentar um grande índice de violência. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, só na capital houve um crescimento de 102,82% no número de pessoas vítimas de homicídio no mês de setembro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a alta foi de 26,71% no mesmo período.