Advogados de Bola e Bruno trocam tapas em tribunal

Os advogados Ércio Quaresma, defensor do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Rui Pimenta, advogado do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza, trocaram tapas no início julgamento do atleta e de outros quatro réus pela morte de Eliza Samudio, nesta segunda-feira, no Fórum de Contagem, em Minas Gerais.

Quaresma disse que Pimenta tirou seus pertences da mesa reserva por ele e deu um tapa no peito do colega, que revidou com outro no braço. "Não me põe a mão", disse Pimenta ao dar o tapa no braço de Quaresma.

A juíza Marixa Fabiane disse que cedeu o lugar para Pimenta após ele pedir e alegar que a mesa estava vaga. Após a juíza dar 5 minutos para a questão ser resolvida, os defensores ocupam a mesma mesa no plenário.