SP: Polícia prende responsáveis por execuções e evita morte de PM

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na tarde dessa quarta-feira dois empresários responsáveis pelo assassinato de dois policiais militares. Os mentores, conhecidos como "Léo Gordo", 28 anos, e "Baré", 32, foram presos em Campo Limpo, zona sul paulista.

As investigações, sob responsabilidade da Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), também permitiram impedir um novo assassinato. Um policial da Rota, que estava na lista encomendada por uma facção criminosa, foi avisado do esquema e está a salvo.

Os dois empresário admitiram a participação na morte de PMs, ocorridas entre os dias 5 e 13 de outubro. Segundo a Polícia Civil, "Léo Gordo" é dono de uma empresa de transporte coletivo e "Baré", de uma fábrica de moldura. A Justiça decretou prisão temporária de 30 dias para ambos.