Bancários paulistas decidem entrar em greve na semana que vem 

São Paulo – Os bancários de São Paulo decidiram em assembleia na noite de hoje (12) entrar em greve por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira (18). Os trabalhadores consideraram insuficiente a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 6%.

Segundo o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região São Paulo, a proposta representa apenas 0,58% de aumento real. A categoria quer 5% de aumento real, o que significa 10,25% de reajuste salarial.

Os bancários querem ainda maior participação nos lucros e resultados e revisão do piso salarial para R$ 2,4 mil. “Você tem executivo de banco que ganha R$ 8 milhões por ano”, disse Juvandia Moreira para justificar as demandas da categoria.