Após 115 dias, servidores da UFMG encerram greve

Os servidores técnico-administrativos em educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) decidiram nesta quarta-feira em assembleia encerrar a greve, iniciada em 21 de maio, e retornar ao trabalho amanhã. A categoria aprovou o termo de acordo negociado entre o comando de greve do Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino (Sindifes) e a comissão de interlocução (representantes da reitoria da universidade).

Os servidores deverão repor os trabalhos e cumprir jornada nos moldes da que já era realizada. De acordo com o sindicato, a flexibilização da jornada de trabalho será aplicada após o término dos estudos de viabilização. Ainda segundo a entidade, também foi aprovado o documento debatido pelo comando de greve que irá orientar as atividades de mobilização contra o ponto-eletrônico, entre outras demandas.