Polícia encontra ossos em poço de prisão do interior do RS 

Policiais civis em uma operação na Colônia Penal de Venâncio Aires, a 130 km de Porto Alegre, encontraram em torno de 20 ossos escondidos no fundo de um poço artesiano desativado. O delegado Paulo César Schirmann acredita que a ossada seja de um animal, mas informou que vai encaminhá-la para análise da perícia. As informações são do jornal Zero Hora.

Com o auxílio dos bombeiros, os agentes retiraram toda a água do poço, de aproximadamente 8 metros de profundidade, além de entulhos e terra. A operação policial segue investigando a suspeita de que apenados tenham sido executados no local e os corpos escondidos nos 99 hectares do presídio, mesmo que a perícia comprove que os ossos encontrados sejam de animais.