Fotógrafo colombiano é preso por matar estudante perto de boate em SP 

Um fotógrafo colombiano matou a facadas um estudante na frente de uma boate da região da Consolação, centro da capital paulista, na madrugada de terça-feira. Segundo a Polícia Militar, eles discutiram dentro da boate e saíram para a rua, onde ocorreu o crime. O suspeito foi detido às 4h, no quarto de um hotel, onde se hospedava com outros dois colombianos.

O fotógrafo e o estudante eram frequentadores assíduos da casa noturna e, segundo testemunhas, acabaram se desentendendo por volta das 3h. Após a briga, a vítima voltou cambaleando e disse que tinha sido esfaqueada. O segurança chamou a Polícia Militar, que encaminhou a rapaz, em estado grave, para a Santa Casa de Misericórdia. O estudante acabou morrendo pouco tempo depois.

Após a apresentação do boletim de ocorrência, policiais civis do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra) foram à boate e souberam que o colombiano atendia pelo nome de Juan e se hospedava em um quarto de hotel, no centro.

O colombiano foi conduzido à 1ª Central de Flagrantes (centro), onde também compareceram o segurança e o amigo da vítima. De acordo com a polícia, o homem tem 24 anos e é natural de Bogotá. Ele foi autuado em flagrante por homicídio consumado e falsa identidade. O amigo da vítima, que abandonou o plantão sem autorização, foi localizado e autuado por desobediência.