Dirceu defende Lula e rebate FHC: 'urnas não lhe dão razão'

O ex-deputado federal José Dirceu (PT) usou seu blog, nesta segunda-feira, para rebater as críticas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva. Em artigo publicado ontem, FHC afirma que a presidente Dilma Rousseff recebeu "uma herança pesada" de Lula. Para Dirceu, Cardoso pretende fazer um "julgamento" dos dois governos, mas as urnas "continuam não lhe dando razão".

Réu do processo do mensalão, Dirceu cita a corrupção ao afirmar que o PSDB, partido do ex-presidente Cardoso, "boicota" a reforma política. Além disso, cita as denúncias envolvendo o senador cassado Demóstenes Torres (sem partido-GO), o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Segundo o petista, o ex-presidente "faz críticas totalmente sem sentido e sem autoridade". Dirceu menciona dados econômicos para comparar os governos, defendendo seus companheiros de legenda. Também aborda o pré-sal e o programa do etanol para criticar a gestão tucana. "Como pode o ex-presidente tucano criticar a política energética de Lula se no governo tucano vivemos o apagão e a privatização desastrada que agora estamos saneando?", indaga.

Ontem, FHC publicou nos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo que a presidente Dilma Rousseff recebeu de Lula "o fardo de um estilo bombástico de governar que esconde males morais e prejuízos materiais comprometedores". Como exemplo, o ex-presidente citou a queda de sete ministros por denúncias de corrupção. "O mensalão é outra dor de cabeça", criticou.