PE: veleiro de São Paulo naufraga próximo ao Porto do Recife

O veleiro Nanuk, de São Paulo, afundou nas primeiras horas deste domingo próximo ao Porto do Recife (PE). A embarcação veio até a capital pernambucana para participar da 24ª Regata Recife Fernando de Noronha (Refeno), que deve ser realizada no mês de outubro.

O veleiro chegou ao Cabanga Iate Clube - entidade organizadora da Refeno - no dia 23 de agosto. Antes de participar da regata, o capitão e mais cinco tripulantes decidiram fazer um passeio até o arquipélago de Fernando de Noronha. No retorno ao Recife, a embarcação apresentou problemas no motor próximo à Ilha de Itamaracá (PE).

Ontem à noite, o comandante do veleiro comunicou ao Cabanga Iate Clube que precisaria de um reboque. Na manhã de hoje, a Marinha informou ao Cabanga que a embarcação havia batido nas pedras e naufragado já próximo ao Porto do Recife.

O Nanuk tinha 42 pés e era feito de alumínio. O veleiro foi a primeira embarcação de fora de Pernambuco a chegar para a Refeno. Todos os tripulantes do barco foram salvos antes do naufrágio. A profundidade média onde a embarcação afundou chega a 12 m.