Carro roubado de policial federal morto no DF é achado na Bahia 

A Polícia Federal encontrou o carro roubado do agente Wilson Tapajós nesta quarta-feira na cidade de Barreiras, no oeste da Bahia. O policial foi morto em julho enquanto visitava o túmulo dos pais, em Brasília.

Até o momento quatro pessoas foram presas pelo crime. Tapajós trabalhava no núcleo de inteligência da PF e atuou na Operação Monte Carlo, que resultou na prisão do bicheiro Carlinhos Cachoeira. A PF não descarta que o assassinato possa estar relacionado à investigação que prendeu Cachoeira, mas a principal linha de investigação é latrocínio, roubo seguido de morte.

Tapajós estava no cemitério Campo da Esperança quando um homem atirou duas vezes contra a cabeça do agente. O assassino fugiu levando o carro do policial, um Gol branco. A arma do agente não foi roubada. A cena foi presenciada por um coveiro do cemitério.