PT expulsa candidato a prefeito por suspeita de pedofilia

O candidato a prefeito pelo PT em Paulínia, Dixon Ronan Carvalho, foi expulso do partido após uma reunião da Executiva Estadual do PT do Estado de São Paulo na manhã desta terça-feira (14). A medida ocorreu devido a denúncia de envolvimento de Carvalho em um caso de pedofilia, segundo nota divulgada pelo partido. A decisão foi unânime.

A deliberação inclui além da expulsão, a autorização para que o Diretório Municipal substitua o nome que disputará na cidade a eleição municipal majoritária.O PT-SP informou que espera a apuração do caso pelas instâncias policiais competentes e que as medidas cabíveis sejam adotadas.