Peluso não sabe se fica até o fim do julgamento do mensalão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cezar Peluso afirmou nesta segunda-feira que não sabe se conseguirá participar do julgamento do mensalão até o final. "Não sou dono do tempo", disse. Ele completa 70 anos em 3 de setembro, e pela legislação é obrigado a se aposentar. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O voto de Peluso é temido pelos advogados dos réus, que veem nele um ministro a favor da condenação. Porém, o magistrado respondeu que não tem "nada pessoal em relação a esse julgamento que me faça querer votar ou não votar". 

Disse apenas que estará "preparado" para dar sua contribuição, caso dê tempo. Questionado sobre o que fará quando deixar o tribunal, o ministro afirmou que não irá advogar nos tribunais de Brasília, e que jogará mais tênis.