Ar seco ainda predomina e deixa tempo aberto na maior parte do país 

Uma grande massa de ar seco ainda predomina sobre o Brasil e nesta terça-feira deixa o tempo aberto no Sul, Centro-Oeste e em grande parte do Sudeste. Os ventos úmidos que sopram do mar formam nuvens que provocam chuva no Espírito Santo, no leste de Minas Gerais e no norte do Rio de Janeiro. Algumas nuvens baixas também se formam entre o leste de Santa Catarina e de São Paulo, mas não chegam a provocar chuva. Previsão de pancadas de chuva a qualquer hora em todo o litoral do Nordeste e em parte da zona da mata e agreste. No Norte o tempo fica seco no Tocantins, no sul e leste do Pará e no sul de Rondônia. Demais áreas do Norte calor e pancadas de chuva ao longo do período.

Confira a previsão do tempo por região:

Sudeste

Na terça-feira, quase todo o Sudeste tem sol forte, calor e algumas nuvens, mas nada de chuvas fortes. O Espírito Santo, norte do Rio de Janeiro e o vale do rio Doce (MG) têm muitas nuvens, chuva fraca e aberturas de sol. Sol e muitas nuvens na Grande Belo Horizonte, zona da mata.

Sul

Uma frente fria se afasta de Santa Catarina e outra se aproxima do Rio Grande do Sul. A fronteira com o Uruguai, o leste de Santa Catarina e do Paraná têm muitas nuvens e períodos com sol. No restante do Sul, dia com sol, algumas nuvens e calor à tarde, com nevoeiro ao amanhecer.

Centro-Oeste

Terça-feira com muito sol no Centro-Oeste. Algumas nuvens crescem no decorrer do dia em toda a Região, mas não provocam chuva. Durante a tarde, os níveis de umidade do ar ficam baixos e o calor é intenso.

Nordeste

Ventos marítimos fortes espalham muita umidade pelo leste do Nordeste. No litoral, na zona da mata e agreste chove com fraca a moderada intensidade. O sertão tem sol e muitas nuvens. Sol nas outras áreas, com chuva rápida entre o litoral do Ceará e Maranhão.

Norte

Terça-feira quente e seca no Tocantins, sul e leste do Pará e no centro, oeste e sul de Rondônia. Nas outras áreas, o sol aparece na maior parte do dia e chove principalmente à tarde e à noite. O risco de chuva de manhã é maior em Roraima e no noroeste do Amazonas.