Polícia de SP prende homem suspeito de atacar 86 mulheres em 6 meses 

O marceneiro Rodrigo Apolinário dos Santos Silva, 30 anos, acusado de ter assaltado pelo menos 86 mulheres nos últimos seis meses na Zona Oeste de São Paulo, foi preso ontem em sua casa, no Butantã. Na residência, os policiais encontraram bolsas, celulares e objetos roubados. 

Para chegar até o suspeito, a polícia montou campanas perto da estação Butantã do Metrô, na frente do Jockey Club e em pontos de ônibus em Pinheiros, onde costumava agir. Ele, porém, mudava de local quando percebia movimentação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Para efetuar a prisão, a polícia contou com rastreamento de um dos celulares roubados, que apontou o lugar onde ele estava. Coincidentemente, o bilhete único de uma das vítimas apontava trajetos feitos justamente naquela direção. Quando os policiais bateram na porta da casa, o criminoso ainda tentou ganhar tempo para fazer a barba, um dos traços que o identificaria. 

Detido ontem em uma cela do 51º DP, no Rio Pequeno, Silva afirmou que ficou desempregado no início do ano e que, por necessidade financeira, teria partido para o crime. Ele falou que a família não sabia que ele era criminoso e que está arrependido do que fez.