Caminhoneiros protestam no acostamento da Via Dutra 

São Paulo- Uma fila de caminhões ocupa a faixa destinada ao acostamento da Rodovia Presidente Dutra, no sentido do Rio de Janeiro a São Paulo. O protesto ocorre na altura do km 24, próximo à cidade de Lavrinhas (SP), quase na divisa entre os dois estados. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apesar de se estender por cerca de 1,5 quilômetro, os caminhões parados não prejudicaram o trânsito no trecho.

Os caminhoneiros parados tentam convencer colegas que passam pela rodovia a aderir ao movimento contrário às novas determinações da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que obriga, por exemplo, a categoria a fazer intervalos para descansar nas viagens.

Segundo a concessionária Nova Dutra, as manifestações ocorrem em outros trechos da rodovia no Rio de Janeiro. Nesses pontos, nos municípios de Barra Mansa e Piraí (perto da Serra das Araras), os caminhoneiros protestam nos dois sentidos da pista, provocando certa lentidão no trânsito, mas sem bloquear a passagem dos carros de passeio, ônibus e veículos de transporte de emergência, que estão circulando em apenas uma das duas faixas.