Jornal: na Câmara, um terço ganha além do teto 

Quase um terço dos cerca de 3.400 servidores na ativa da Câmara dos Deputados recebe, no papel, remuneração acima do teto constitucional, hoje fixado em R$26,7 mil. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, dados da folha de pagamento referentes a esse mês mostram, no entanto, que dentre os cerca de 1.100 servidores que recebem salário acima do teto, apenas em torno de 10 extrapolam o limite constitucional quando constatado só o valor líquido. Segundo os dados, que não contemplam os 513 deputados, essa redução do número dos que estão acima do teto ocorre porque é aplicado um desconto nos vencimentos, chamado "abate-teto".

No levantamento, também ficou comprovado que uma pensionista da Câmara recebeu este mês R$ 60 mil. Esse total, segundo servidores, deve-se ao fato de ela ter recebido valores acumulados da pensão de meses anteriores. Na próxima terça termina o prazo para que a Câmara publique os salários dos 513 deputados e dos servidores.