Presidência pagará até R$ 30 mil por espelhos no Alvorada

Seis anos após passar por uma grande reforma, o Palácio da Alvorada receberá 100 metros quadrados em espelhos novos a um custo de mais de R$ 30 mil. Segundo a Presidência da República, as peças atuais estão velhas e algumas já perderam o reflexo. De 2004 a 2006, o Alvorada passou por uma reforma financiada pelo setor privado.

Ao todo, a licitação será feita para 38 peças a um custo máximo de R$ 30.712, a partir de dados de valor de mercado. O pregão para fornecer os novos espelhos está marcado para o dia 23 deste mês. A partir da data da assinatura do contrato, a empresa vencedora terá 120 dias para instalar as novas peças em diversos ambientes da residência oficial da presidente da República.

No governo Lula, tanto o Alvorada quando o Palácio do Planalto passaram por grandes reformas de restauração. A última, do Planalto, foi finalizada em setembro de 2010 e foi pega com dinheiro público a um custo de R$ 111 milhões. a reforma serviu para trocar instalações elétricas, hidráulicas, ar condicionado, além da construção de estacionamento no subsolo com capacidade para 500 automóveis.

Meses após a entrega da obra, a contrutora responsável pela reforma, Porto Belo, teve de reparar problemas de infiltração. A Presidência garante que não houve custo adicional, porque as obras estavam cobertas pela garantia de cinco anos oferecida pela empreiteira.