MG: petistas fazem ato pró-Patrus sem presença do candidato 

Os militantes do PT de Belo Horizonte realizaram neste domingo um ato de apoio a Patrus Ananias, candidato petista à prefeitura de Belo Horizonte. O ex-ministro não pôde comparecer ao evento porque, segundo sua assessoria, está de repouso por causa de uma cirurgia no nariz.

De acordo com o atual vice-prefeito, Roberto Carvalho (PT), entre 300 e 500 militantes se encontraram no Mercado Central da capital mineira para abraçar o prédio histórico, entre 10h e 12h. "O Mercado é como se fosse a alma de BH", disse o também presidente municipal da legenda. Segundo ele, mesmo sem o candidato ao executivo municipal, a militância estava ávida por realizar um encontro em apoio à candidatura própria do PT.

A assessoria de Patrus não sabe dizer quando o médico liberará o candidato para a campanha corpo a corpo, mas ressalta que o ex-ministro participará das reuniões do partido nesta semana. Segundo Carvalho, os próximos dias serão para "corrigir todo o tempo perdido" durante o período em que a campanha foi planejada como parte da aliança com o PSB.

"Começamos atrasados, mas vamos sair na frente, vamos dedicar esses dias para nos organizar e no sábado (dia 14) estamos na rua", diz o presidente municipal petista. "Vamos envermelhar BH toda, a nossa grande foça é a militância, e vamos levantá-la como há muito tempo o PT não o faz na cidade", conclui Carvalho.

Depois de que quebrar a aliança com o PSB do prefeito e candidato a reeleição, Marcio Lacerda, os petistas decidiram lançar os nomes de Patrus Ananias e Aloísio Vasconcelos, do PMDB, legenda que desistiu da candidatura do deputado federal Leonardo Quintão para se coligar com os petistas. O lado do PSB ganhou reforço semelhante, já que o deputado estadual Délio Malheiros (PV) desistiu da disputa e foi anunciado como vice da chapa da situação. O PTB do deputado federal Eros Biondini também retirou a candidatura própria e agora apoia Lacerda.