Dilma encontra-se com Lula antes de seguir para reunião do Mercosul

Crise política no Paraguai deve dominar as discussões

Antes de seguir para a Argentina, onde participará da 43ª reunião do Mercosul, a presidente Dilma Rousseff esteve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no prédio da Representação da Presidência da República. Ainda não se sabe sobre o que os petistas conversaram.

Ainda na noite desta quinta-feira (28), a presidente embarca para a Argentina. Lá ela participará da 43ª Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul e de países associados e da reunião da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Os encontros ocorrem uma semana após o impeachment do presidente paraguaio Fernando Lugo. A crise política no país deve dominar as discussões.

Nos dois encontros, os presidentes deverão definir uma posição comum das nações sul-americanas em relação ao Paraguai. O atual presidente do Paraguai, Federico Franco, não participa das reuniões já que o país foi suspenso do Mercosul e da reunião da Unasul. O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Fernández Estigarribia, também não estará presente.

Hospital

Depois da reunião a portas fechadas com Lula, Dilma se dirigiu ao Hospital Sírio Libanês. A assessoria de imprensa da presidente não informou o motivo da presença de Dilma no hospital.