Depois de quase nove horas, depoimento de jornalista à CPI se encerra   

Encerrou-se às 18h20 o depoimento, à CPI do Cachoeira, do radialista Luiz Carlos Bordoni, que afirmou ter recebido parte do pagamento por serviços prestados à campanha do governador Marconi Perillo em 2010 por empresas ligadas ao esquema de Carlinhos Cachoeira.

Bordoni acusou Perillo de ter mentido à CPI sobre o pagamento, reafirmou ter recebido dinheiro que estaria escondido em um frigobar diretamente do político, disse estar sendo perseguido pelo governador e se colocou à disposição para a realização de uma acareação entre todos os envolvidos.

Em suas considerações finais, Bordoni afirmou ter vindo à CPI “de peito aberto” e disse que não admitirá que seu nome e o de sua filha sejam maculados por depósitos feitos por empresas “laranja”.