Mulher é encontrada morta após bebê chorar por dois dias em Porto Alegre 

O choro de um bebê de 7 meses chamou atenção dos vizinhos em um prédio no centro de Porto Alegre. Após ouvirem os prantos da criança por dois dias seguidos, eles chamaram o Corpo de Bombeiros na tarde de sábado. No apartamento, eles encontraram a mãe do bebê morta.

Os vizinhos contaram à polícia que não estavam conseguindo contato com Maria Iara Dutra Santana, 33 anos, e ficaram na dúvida se arrombavam a porta da residência, na rua dos Andradas. Por segurança, os bombeiros chegaram ao apartamento pela parte externa do prédio e entraram pela área de serviço. A mãe da criança não apresentava sinais de violência.

Ela tinha um histórico de depressão e estava enfrentando a perda do marido, que morreu há algumas semanas, segundo os vizinhos. A polícia acredita que ela tenha tomado uma grande quantidade de remédios. A causa da morte, no entanto, só será confirmada após a necropsia.

O bebê foi encaminhado pelo Samu ao Hospital Presidente Vargas e está sob responsabilidade do Conselho Tutelar. A criança deverá ser entregue aos parentes.