Empresários são presos em SP por receptação interestadual de carros 

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, uma quadrilha de empresários envolvidos em receptação de veículos de luxo, responsável por uma rede interestadual de venda de carros roubados. As detenções aconteceram em Bragança Paulista.

As apurações revelaram o envolvimento dos empresários Adriano Nunes Mattos, Carlos Alberto Pereira Catalano e Jonas dos Santos Neto, que atuam no ramo de combustíveis, churrascaria e estacionamento. Eles comprariam os carros adulterados e depois revendiam.

Segundo o delegado Marcelo Bianchi, titular da 3ª Divecar (Delegacia de Polícia de Investigações sobre Desmanches Delituosos), o bando era investigado desde janeiro. "Apuramos que os veículos, depois de roubados, recebiam nova numeração e novos documentos. Depois abasteciam o mercado de outros estados, principalmente o de Minas Gerais", disse.

O lote de três automóveis (um Hyundai I30, um Volkswagen Golf e uma Nissan Frontier) recuperado pelos policiais está avaliado em R$ 230 mil. Eles estavam estavam estacionados no posto de Mattos localizado na avenida Dom Pedro, Bairro Taboão, em Bragança Paulista.

O I30 apresentava queixa de roubo desde agosto de 2011 no Tatuapé, a Frontier foi roubada em janeiro na Vila Alpina e o Golf em março em São Miguel Paulista, todos bairros da Zona Leste.

Bianchi informou que o trio é suspeito de negociar pelo menos 70 veículos de procedência ilícita. O delegado atende as equipes até às 23h30.