Defesa Civil reconhece emergência em mais 33 cidades do Nordeste 

O Ministério da Integração Nacional reconheceu hoje situação de emergência em 33 cidades de quatro estados do Nordeste devido à estiagem. Só em Sergipe, onde a seca já atinge 102,5 mil pessoas, 18 municípios tiveram decreto reconhecido. Segundo a Defesa Civil do Estado, a cidade mais afetada é Poço Redondo, com 14,8 mil habitantes afetados.

O abastecimento de água nos locais afetados está sendo feito por meio de caminhões-pipa. Ao todo, 129 veículos levam água para os moradores. A área rural é a que mais sofre pela falta de chuva.

A estiagem também atinge outros estados do Nordeste. Em Pernambuco, 28 municípios do agreste e do sertão decretaram situação de emergência. Na segunda-feira (23), o governador Eduardo Campos se reunirá, em Aracaju, com representantes do governo local e ministros do governo federal para definir o plano de ajuda aos atingidos.

Na Bahia, já são 37 municípios em situação de emergência. A seca atinge 500 mil pessoas na região. Em algumas localidades, o abastecimento tem sido feito por carros-pipa. A previsão para esses estados no fim de semana é tempo nublado a parcialmente nublado com chuvas isoladas.

O Piauí teve oito municípios com situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional hoje. Em uma portaria publicada no Diário Oficial da União, a pasta autorizou o empenho e repasse de R$ 15 milhões para o Estado, destinados à execução de ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais em localidades atingidas pela estiagem.

O Ministério também reconheceu emergência em duas cidades do Amazonas, Atalaia do Norte e Lábrea. Porém o motivo é justamente o contrário, enchentes e inundações. Em Manaus, o Rio Negro está a pouco mais de um metro de atingir a cheia histórica de 2009.