CPI de Cachoeira focará lista de ilícitos apontados pela Polícia Federal    

O requerimento de criação de comissão parlamentar mista de inquérito para investigar ilícitos atribuídos a Carlos Cachoeira e a agentes públicos e privados traz uma lista de crimes amparada no que foi levantado pela operação Monte Carlo da Polícia Federal.

O documento que está sendo proposto para que os parlamentares o subscrevam afirma que a condução dessa investigação é ponto de honra para o Congresso Nacional. O texto considera de particular interesse averiguar as ações de Carlos Cachoeira para contornar os obstáculos legais à sua suposta atividade de contraventor.

Segue a lista das ilicitudes que recaem sobre o empresário e seu círculo de convivência.

a)   A prática de tráfico de influência com o objetivo de legalizar a exploração de jogos de azar.

b) A prática dos crimes de corrupção, prevaricação, condescendência criminosa, advocacia administrativa, violação de sigilo funcional, violação e divulgação de comunicação telefônica ou telemática, exercício de atividade com infração de decisão administrativa, exploração de prestígio e formação de quadrilha, por agentes públicos, associados ou não a agentes privados, com a finalidade de impedir a cessação das atividades ilícitas, no setor de jogos de azar, bem como, em consequência, a obstrução da persecução, do processo e da punição criminal.

c)  Lavagem de dinheiro proveniente da exploração de jogos de azar.

d)  Fraudes em licitações e em contratos com entes públicos.