Vereadores de Campinas elegem prefeito para mandato até fim do ano 

A Câmara Municipal de Campinas elege nesta terça-feira o prefeito que vai cumprir o mandato-tampão até 31 de dezembro de 2012. A sessão especial de votação com os 33 vereadores está marcada para as 10h. Ela poderá ser aberta com quórum de 1/3 dos políticos da Casa, mas a votação só terá início com pelo menos 17 deles.

Quatro candidatos se inscreveram. Após a abertura da sessão, cada um terá 30 minutos para apresentar sua candidatura. O voto de cada vereador será aberto e pronunciado da tribuna. O eleito deve tomar posse na quinta-feira.

A eleição fora de hora ocorre por causa da dupla vacância no Executivo municipal com a cassação de dois prefeitos. Em agosto do ano passado, Hélio de Oliveira Santos (PDT) teve o mandato cassado pela maioria absoluta dos vereadores. O vice-prefeito, Demétrio Vilagra (PT), assumiu sua vaga, mas em dezembro também foi cassado e perdeu o mandato de prefeito. A função de prefeito interino ficou para o presidente da Câmara, Pedro Serafim (PDT).

As regras estabelecidas pela comissão eleitoral formada pelos vereadores segue a legislação eleitoral e teve a anuência do Tribunal Regional (TRE). A chapa vencedora precisa da maioria absoluta dos votos (17). Caso isso não aconteça, os dois mais votados vão para um segundo turno de votação, que ocorre no mesmo dia.

A sessão será aberta ao público e a Câmara preparou um esquema especial de segurança para a eleição, com guardas municipais para patrulhamento externo e interno e auxilio da Policia Militar. Duzentas senhas serão distribuídas e será proibida a entrada de pessoas com faixas, cartazes, apitos, alimentos, copos, garrafas e qualquer tipo de bebidas ou materiais que represente algum risco. Haverá o uso de detectores de metal.

A avenida Engenheiro Roberto Mange, onde é a entrada principal, ficará parcialmente fechada ao trânsito e será instalado um telão de alta definição. A sessão será transmitida pela TV Câmara, e o sinal será disponibilizado na íntegra para a imprensa e empresas comerciais de comunicação.

Os vereadores terão quatro opções: a chapa PSB/PCdoB, com o vereador Arly de Lara Romêo para prefeito e Fernando Vaz Pupo como vice; a chapa do PDT, com o vereador e prefeito interino Pedro Serafim (para prefeito) e Francisco Soares de Souza (para vice); a chapa do PMN, com o vereador Antonio Francisco o Politizador dos Santos concorrendo a prefeito e José Muller Cruz Rodrigues de Oliveira concorrendo a vice; e a chapa do PRTB, que traz para prefeito o procurador José Ferreira Campos Filho e, para vice, Alessandro Henrique de Oliveira.