Dilma diz estar muito feliz por recuperação de Lula

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que está muito feliz com a superação do câncer de laringe de seu antecessor no cargo e mentor Luiz Inácio Lula da Silva, notícia que ele mesmo se encarregou de transmitir a ela.

"Ele me telefonou há um tempo", disse à imprensa emocionada ao retornar do jantar que inaugurou a IV Cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), na capital indiana, Nova Délhi.

O ex-presidente brasileiro telefonou a ela quando saía para este jantar para dar a notícia, explicou.

"Estou muito feliz. Está tudo superado", disse a presidente, antes de acrescentar que "(Lula) deve estar comemorando até agora".

"De certa forma eu já esperava, mas ter a certeza é muito bom", disse a presidente, que também superou um câncer linfático diagnosticado em 2009, quando era ministra do governo de Lula.

O tumor de laringe diagnosticado no ex-presidente brasileiro em outubro passado teve "uma remissão completa", disse nesta quarta-feira à AFP o porta-voz de seu Instituto da Cidadania, José Chrispiniano.

"Foram realizados exames de ressonância nuclear magnética e laringoscopia que mostram a ausência de tumor visível", confirmou também em um comunicado o hospital Sírio-Libanês, que atende o ex-presidente de 66 anos que governou o Brasil entre 2003 e 2010.

Devido ao câncer, o ex-presidente foi submetido a três ciclos de quimioterapia e a 33 sessões de radioterapia.