Kassab contesta ilegalidade em empresa de inspeção veicular 

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), afirmou que não existe fraude na contratação da empresa Controlar para inspeção veicular na cidade, conforme reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada neste domingo. Na última sexta-feira o Ministério Público (MP) começou a investigar a suspeita de fraude no documento de contratação da empresa, diz o jornal.

Conforme a publicação, Kassab diz que a investigação é um desdobramento da ação civil de improbidade administrativa movida pela Promotoria em novembro de 2010. Na ocasião, foram bloqueados os bens do prefeito e do secretário do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge, além de pessoas ligadas à Controlar. 

A medida foi revertida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em janeiro. Para Kassab, a Justiça entendeu que a ação do MP era inadequada, diz o jornal.