Lula quebra silêncio e apoia Dilma no embate com base aliada 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quebrou o silêncio causado por uma pneumonia para apoiar a presidente Dilma Rousseff no que ele chamou de "boa luta" à frente do governo. 

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, Lula se posicionou sobre o conflito entre o Planalto e os partidos de base ao conversar com o novo líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), que o visitou no hospital Sírio Libanês nesta sexta-feira.

"A Dilma está certa. Vale a pena essa luta, porque essa é a boa luta", afirmou Lula, referindo-se à troca de líderes do governo na Câmara e no Senado feita por Dilma depois de ter sido derrotada na recondução de Bernardo Figueiredo como diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). 

O ex-presidente ofereceu a Braga apoio e sua interlocução neste processo. A presidente da República, Dilma Rousseff, tem sofrido retaliações da base e ameaças nos últimos dias devido às mudanças na frente do governo.