Garoto de programa é suspeito de matar gerente do Walmart em MG 

A Polícia Civil prendeu na noite desta sexta-feira um homem suspeito de assassinar o gerente de uma rede americana de hipermercados, a Walmart, no último dia 8 de março, no bairro Cabral em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o chefe do Departamento de Crimes contra o Patrimônio da Polícia Civil de Minas Gerais (Depatri), Islande Batista, o rapaz de 25 anos, que era garoto de programa, confessou o crime.

"Ele se apresentava em um site de relacionamento. A vítima entrou em contato e eles marcaram um encontro. Chegando na casa do gerente, o suspeito teria se aproveitado da boa situação financeira da vítima e teria cometido o crime", disse.

O gerente Leandro Rogério dos Santos, 36 anos, era natural de São Paulo e ia até Minas Gerais quinzenalmente para administrar a loja da rede de hipermercados. Na semana passada, ele era esperado para uma reunião, mas não compareceu.

"Os funcionários do banco onde a vítima tinha uma conta bancária fizeram contato com o hipermercado informando que um homem em posse do cartão de crédito e documentos de Leandro tentou fazer um saque de uma grande soma de dinheiro. Após receberem as ligações, os colegas de trabalho da vítima acionaram a polícia", contou o delegado.

Quando os policiais chegaram até a casa de Leandro, encontraram a porta da casa fechada. Após arrombá-la, encontraram o corpo caído no chão, sem as roupas. A perícia apontou que a vítima foi atacada provavelmente com uma faca. No corpo foram encontradas três perfurações. De acordo com a polícia, o suspeito fugiu no carro da vítima e levou documentos, dinheiro, roupas e um notebook.

O suspeito será apresentado nesta segunda-feira. Ele está preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Contagem.