Petroleiros do norte do estado do Rio fazem protesto por segurança

Petroleiros da Bacia de Campos fizeram hoje (15) manifestação para lembrar os 11 anos do acidente da Plataforma P-36, que afundou em março de 2011 e deixou 11 mortos. De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), as manifestações também serviram para chamar a atenção sobre a segurança nas plataformas da Bacia de Campos.

De acordo com o sindicato, desde 1998 foram registrados mais de 1.600 acidentes na Bacia de Campos, que resultaram na morte de 119 trabalhadores. Apenas em 2011, segundo o sindicato, 17 petroleiros morreram devido a acidentes de trabalho em todo o país.

Os protestos ocorreram nos aeroportos de Macaé e Cabo Frio, além do heliporto de Farol de São Tomé, em Campos, que servem de base para o transporte de petroleiros entre o continente e as plataformas.