Serra busca apoio de deputados para concorrer à prefeitura de São Paulo

Dois dias após oficializar sua intenção em concorrer à prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o ex-governador José Serra se reúne nesta quinta-feira com a bancada tucana da Assembleia Legislativa do Estado (Alesp).

O objetivo do encontro, marcado para o início da tarde, é formalizar o apoio dos deputados estaduais para que ele seja o escolhido pelo PSDB para disputar a sucessão municipal. Isso porque, embora seja dada como praticamente certa sua candidatura, Serra concorre dentro da legenda com dois outros tucanos: o secretário estadual Jose Aníbal (Energia) e o deputado federal Ricardo Tripoli.

Oficialmente, os tucanos escolherão seu pré-candidato no próximo dia 25, quando estão marcadas as prévias da legenda. Cerca de 20 mil filiados estão aptos a votar. Entretanto, a própria bancada já se manifestou contra a realização da consulta interna, por entender que Serra deve ser nomeado o candidato do PSDB à prefeitura.

No último dia 15, a bancada tucana da Alesp divulgou uma nota declarando "seu apoio" a Serra. "Acreditamos que um homem público da qualidade de José Serra, com toda a sua vivência e experiência adquirida nos cargos públicos que ocupou nos últimos anos, amplamente testado e aprovado pela população paulista nas urnas, não tem que disputar prévias internas do partido", afirmou o grupo.

A mensagem representa os 22 deputados estaduais tucanos e foi assinada pelo líder da bancada do PSDB na Alesp, Orlando Morando. Oficialmente, Serra tem se declarado favorável às prévias, embora seu pedido para adiar a data tenha causado desconforto dentro do partido.