PSDB aceita que Serra dispute prévias em São Paulo

A Executiva do PSDB em São Paulo aceitou nesta terça-feira incluir o ex-governador José Serra nas prévias (votação interna) que definirão o candidato tucano à prefeitura da capital paulista nas eleições de outubro deste ano. A decisão, que teve votação unânime, ocorreu nesta noite, após o candidato derrotado à Presidência da República entregar uma carta formalizando sua intenção em disputar as eleições para o Executivo municipal.

O partido ainda discutia hoje se aceita ou não adiar a realização das prévias, marcadas para o próximo domingo. Serra pediu para que a votação partidária fosse adiada para ter tempo para mobilizar seus simpatizantes.

Disputam a indicação do PSDB para concorrer à prefeitura o secretário estadual de Energia, José Aníbal, e o deputado federal Ricardo Tripoli. Já os secretários estaduais Andrea Matarazzo (Cultura) e Bruno Covas (Meio Ambiente) desistiram da pré-candidatura ao serem comunicados da intenção de Serra em concorrer.

Ao formalizar sua intenção em sair candidato, Serra entregou uma carta à Executiva do partido em que afirma que o pleito outubro será "uma disputa entre duas visões distintas de democracia" e "de Brasil". Segundo ele, trata-se de uma "atividade privada" ou "fruto de ambição íntima", mas "destinada ao bem comum".