Corpos de militares mortos na Antártida chegam nesta terça no Galeão 

Os corpos dos dois militares mortos no incêndio que destruiu a Estação Comandante Ferraz, na Antártida, chegam na manhã desta terça-feira (28) à Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, informou o Ministério da Defesa. Serão recebidos com honras militares.

De acordo com a Defesa, os segundos-tenentes Carlos Alberto Vieira Figueredo e Roberto Lopes dos Santos, ambos da Marinha, serão agraciados com a Ordem do Mérito da Defesa, a maior condecoração concedida a civis e militares pelo relevante trabalho prestado às Forças Armadas, com o aval da presidente Dilma Rousseff. 

Os militares mortos foram ainda promovidos ao posto de primeiros-tenentes. Eles morreram ao tentar apagar as chamas na base de pesquisas, que pegou fogo no último sábado (25).

O vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Defesa, Celso Amorim, vão acompanhar as homenagens, marcada para as 9h.

Quarenta e uma pessoas resgatadas da estação brasileira na Antártica, entre pesquisadores e militares, chegaram na madrugada desta segunda-feira (27) à Base Aérea do Galeão. Antes, o avião fez um pouso em Pelotas, no Rio Grande do Sul, onde quatro pesquisadores desembarcaram.

O primeiro-sargento Luciano Gomes Medeiros, ferido ao tentar apagar as chamas, foi transferido para o Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio, onde está sendo atendido e em observação com quadro de saúde estável, conforme nota da Marinha.