PMs contrários ao fim da greve protestam e insultam jornalistas 

O fim da greve na Bahia abalou alguns policiais militares que, nervosos, insultaram os repórteres presentes ao local de realização da última assembleia da greve da PM em 2012. 

Aos gritos de "covardes", "imprensa prostituta" e "vendidos", os grevistas fizeram ameaças aos jornalistas presentes , inconformados com o que consideraram uma "cobertura tendenciosa" por parte da imprensa que noticiou os fatos.

Os insultos eram direcionados especialmente aos profissionais da Rede Bahia, afiliada da Rede Globo no Estado. A emissora foi o veículo que divulgou o áudio vinculando o presidente da Associação aos atos de vandalismo praticados durante a vigência da greve.