Preso grupo suspeito de furtar bagagens em Cumbica

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta segunda-feira uma operação para desarticular uma quadrilha especializada em furtos de bagagens de passageiros do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. Até as 12h20, seis pessoas haviam sido detidas - das quais quatro são funcionárias de companhias aéreas e uma é ex-funcionária.

De acordo com o delegado Ricardo Domingues, responsável pela operação, o grupo vinha sendo investigado há pelo menos cinco meses. O esquema ocorria principalmente em voos internacionais com escala em Guarulhos. 

"Um voo em que a pessoa vinha dos Estados Unidos para Curitiba, por exemplo, e fazia conexão em São Paulo. Parte da quadrilha se aproveitava da conexão para chamar menos atenção e botava as malas dos passageiros nas esteiras do voo doméstico. Avisados pelos comparas, outros membros do grupo iam no desembarque doméstico, se fazendo passar por passageiros. Pegavam essas malas e saíam do aeroporto normalmente, como passageiros", afirmou o delegado.

Segundo o delegado Domingues, o grupo venderia itens de valor encontrados nas bagagens, aproveitando para uso próprios os produtos que não conseguissem vender. A partir do depoimento dos envolvidos, a polícia pretende identificar os receptadores dos objetos furtados.