Brasil fecha 2011 com recorde de habilitações de celulares

O Brasil fechou 2011 com mais de 242,2 milhões de linhas de celulares e recorde no número de habilitações. Segundo dados divulgados hoje (16) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 39,3 milhões de novas linhas para a telefonia móvel foram instaladas no ano passado.

O número de habilitações é o maior desde o início do levantamento, em 2000. Em relação a 2010, a instalação de novas linhas registrou crescimento de 19,36%. Apenas em dezembro, foram mais de 6,1 milhões de habilitações, maior volume registrado para o mês. Em dezembro de 2010, 5,4 milhões de linhas haviam sido ativadas.

A penetração da telefonia móvel voltou a bater recorde. Em dezembro de 2011, havia 123,87 linhas em operação para cada 100 brasileiros. Em comparação a 2010, quando a proporção era de 104,68 linhas, o crescimento foi 18,33%.

Ao longo do ano, mais dez estados – Sergipe, Acre, Amazonas, Ceará, Paraíba, Roraima, Alagoas, Bahia, Pará e Piauí – ultrapassaram o índice de um celular por habitante. Agora, apenas o Maranhão registra menos de uma linha por morador, com 80,39 acessos para cada 100 habitantes. O Distrito Federal (DF) ultrapassou o índice de duas linhas móveis em serviço por habitante. Em dezembro, o índice no DF atingiu 212,27 linhas por grupo de 100 habitantes.

Do total de linhas móveis em operação no país, 81,81% (191,2 milhões) eram pré-pagos no fim de 2011. A proporção de linhas pós-pagas atingiu 18,19% – 44 milhões. Em 2010, havia 167,1 milhões de linhas pré-pagas (82,34%) e 35,8 milhões pós-pagas (17,66%).