PF barra viagem de ex-prefeito de Campinas para Punta del Este  

O ex-prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra (PT), cassado do cargo no final de dezembro do ano passado, foi impedido de embarcar para Punta del Este, no Uruguai, na tarde desta quinta-feira. Ele ficou retido no posto da Polícia Federal do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, São Paulo.

Diante do passaporte para o embarque, as autoridades do aeroporto verificaram que Vilagra está sendo processado judicialmente. Fontes ligadas ao ex-prefeito informaram que pode ter havido um equívoco, e os advogados do petista já se encaminharam para Cumbica para tomarem ciência do caso.

Vilagra foi cassado em 21 de dezembro de 2011 por quebra de decoro pelo seu suposto envolvimento em fraudes em um esquema de desvio de dinheiro público da prefeitura de Campinas. Ele assumiu em agosto após o então prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT), o Dr. Hélio, ter perdido o cargo por omissão e negligência.

É a segunda vez que Vilagra passa por constrangimentos no aeroporto de Guarulhos. Em maio do ano passado, quando era o vice-prefeito de Campinas, ele foi preso ao desembarcar em seu retorno da Espanha. Vilagra integrava uma lista de pessoas com ordem de prisão expedida pela Justiça e chegou a ser considerado foragido. Ele ficou menos de 24 horas detido em Campinas, sendo liberado logo após depoimento.