Boliviana é presa em SP com carga de pasta base em malha elástica

Uma mulher boliviana foi presa em flagrante na madrugada desta terça-feira depois de ser surpreendida por uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) da Polícia Militar Rodoviária, quando transportava uma carga de pasta base de cocaína. Adalina Leite Aguillera, 51 anos, viajava em um ônibus que seguia de Campo Grande (MS) para o Rio de Janeiro (RJ). Ela levava a droga presa ao corpo com uma malha elástica.

Os patrulheiros que realizavam fiscalização de rotina na rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Prudente, 565 km a oeste de SP, abordaram o coletivo e, durante a fiscalização, perceberam que a passageira estava muito nervosa. Os policiais passaram a questioná-la sobre os motivos da viagem e a mulher apresentava respostas evasivas.

Ela foi convidada a desembarcar para uma revista, porém, quando passava pela porta do coletivo, um policial percebeu que a passageira vestia outra peça sob as roupas. Indagada, a mulher confessou que levava um carregamento de pasta base de cocaína presa junto ao seu corpo e encoberto por uma lycra modeladora.

A boliviana contou que já havia sido presa anteriormente pela prática de tráfico e que foi convidada por um desconhecido para realizar o transporte da droga até São Paulo, onde deveria entregar a encomenda a uma pessoa que lhe procuraria. Ela deveria receber U$ 1,5 mil dólares pelo serviço.

A mulher foi presa e encaminhada para a sede da Polícia Federal, onde foi confirmada a sua prisão em flagrante. A droga foi apreendida e a acusada, levada para a cadeia pública de Dracena, onde deve permanecer à disposição da Justiça.