Minas Gerais inicia distribuição de remédios a cidades afetadas por chuvas

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) começaram a distribuir neste sábado Kits de Atendimento às Calamidades aos municípios afetados pelas chuvas. Os kits enviados pelo Ministério da Saúde, com medicamentos e materiais para atendimento médico, começaram a chegar a Belo Horizonte nesta madrugada. O governo mineiro solicitou inicialmente 40 unidades. Cada kit atende à demanda de 500 pessoas por aproximadamente três meses.

Os municípios que receberão prioritariamente esses medicamentos são Belo Vale, Brumadinho, Cataguases, Cipotânea, Congonhas, Governador Valadares, Guaraciaba, Guidoval, Mário Campos, Miraí, Moeda, Muriaé, Ponte Nova, Rio Casca, Sardoa, Senador Firmino e Visconde do Rio Branco.

"A partir de segunda-feira vamos avaliar quais serão os outros municípios que receberão os kits", disse o chefe da Defesa Civil Estadual, coronel Luis Carlos Martins.

Os kits contêm amoxicilina, analségicos, paracetamol, sais de reidratação e sulfametoxazol, entre outros medicamentos, além de materiais como esparadrapo, luva, máscara e seringa. Para as regionais de saúde de Belo Horizonte, Divinópolis, Ponte Nova e Manhmirim, que englobam 159 municípios, foram liberados 44 mil frascos de hipoclorito de sódio 2,5%, utilizado na desinfecção de água para consumo humano. Para a regional de Ubá houve o envio de soro antirrábico, soro antibotrópico e antiaracnídico, para atendimento emergencial.

A vacina contra o tétano (dupla adulto) é a mais aplicada no período chuvoso. Todas as regionais contam com estoques suficientes para atender à população, segundo a Secretaria de Saúde.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais informou neste sábado que 103 municípios já decretaram situação de emergência no Estado. Desde outubro do ano passado até o fim desta semana, o órgão havia contabilizado 12 mortes e dois desaparecimentos por causa da chuva. As últimas cidades que decretaram situação de emergência foram Jequeri e Canaã, na região da Zona da Mata, e Baldim e Itaguara, na região central.