DF: bebê que morreu em hospital tinha bactéria que já matou 5 

De acordo com noda da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, a morte do bebê que faleceu no Hospital Regional do Paranoá no dia 20 de dezembro foi provocada por um choque tóxico devido a contaminação pela bactéria Streptococcus pyogenes, as informações são do DFTV, da Rede Globo. Segundo a Subsecretaria de Vigilância em Saúde, a presença da bactéria em amostras coletadas na criança foi confirmada após exames.

Outas nove pessoas teriam sido diagnosticas com a Streptococcus pyogenes no Distrito Federal em 2011, destas seis morreram. Os pais do bebê registraram boletim de ocorrência com pedido de abertura de inquérito na terça (27).