Sargento da PM mata dois funcionários de trânsito e se suicida na Bahia

Três funcionários do Departamento de Trânsito de Feira de Santana (3ª Ciretran), na Bahia, morreram na manhã desta quinta-feira na cidade, que fica a 109 km de Salvador. Segundo a polícia, o sargento identificado como Novaes, da Polícia Militar, que estava à disposição do Detran, teria atirado nos funcionários identificados como Luis Rogério e Maria das Graças e, em seguida, cometido suicídio. A polícia acredita que as mortes tenham a ver com problemas envolvendo funcionários do órgão.

Uma força-tarefa composta por dez servidores apura, há 25 dias, irregularidades na 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). Já foram encontradas irregularidades como facilidades proporcionadas por funcionários para a aquisição da 1ª habilitação e a vistoria de veículos com adulterações ou documentação falsa. O sargento Novaes teria chegado por volta das 7h30 e estacionado seu carro no quartel do Corpo de Bombeiros.

Em seguida, ele foi conversar com Luis Rogério e Maria das Graças, que estavam em outro veículo. Após algum tempo de conversa, ele teria atirado nos dois, e em seguida, atirado em si mesmo. Novaes ainda foi encaminhado ao Hospital Clériston Andrade, onde morreu.