São Paulo terá 2 novas linhas de trens e mais 16 paradas em 8 anos 

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deve implementar em 2012 um plano de ampliação e modernização considerado o maior desde sua fundação, em maio de 1992. Até o ano de 2020, a companhia deve contar com mais duas linhas, com ao menos seis paradas no total, e outras dez nas linhas já existentes. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

A CPTM prevê ainda ter as 89 estações acessíveis até 2014 - atualmente, são 37, com mais nove em obras e outras três em licitação para contratação das obras, que devem começar no ano que vem. A companhia quer, com as obras de infraestrutura e modernização, diminuir o tempo médio entre os trens de seis minutos para três minutos de intervalo. A CPTM transporta 3 milhões de passageiros por dia, mais do que os metrôs de Paris, Buenos Aires, Santiago, ou mesmo Londres.