UNE convoca manifestação por mais investimentos para a educação

Preocupados com a lentidão do Congresso Nacional em apresentar e debater o Plano Nacional de Educação (PNE), que definirá os rumos do ensino no Brasil pelos próximos 10 anos e deveria ser votado ainda em 2011, estudantes do movimento estudantil brasileiro realizarão ações de protesto nos próximos dias. A primeira acontece hoje (sexta), no centro de São Paulo, a partir das 14h, em uma passeata que deve reunir cinco mil estudantes secundaristas (alunos do ensino médio e profissionalizante) de todo o Brasil.

Os jovens, que estão reunidos por ocasião do Congresso da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) também pedirão o fim da violência nas escolas e a aprovação nacional da meia-entrada para todos eventos culturais e esportivos do país, incluindo a Copa do Mundo de 2014.

Seguindo o mesmo roteiro da primeira manifestação “Fora Collor” dos caras-pintadas em 1992, o ponto de encontro da passeata será o vão do MASP (Museu de Arte de São Paulo, às 14 horas) e ela deverá culminar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP).

#OCUPEBRASÍLIA

Esta será a primeira mobilização do movimento #OcupeBrasília, da UNE e da UBES, que resultará em um acampamento na Esplanada dos Ministérios na próxima semana. Dialogando com os movimentos internacionais de ocupação da juventude em 2011 por todo o mundo, a versão brasileira dessa manifestação servirá para pressionar os parlamentares a votar o Plano Nacional de Educação, garantir os 10% do PIB investidos no setor e também os 50% do Fundo Social do Pré-Sal exclusivamente para o ensino público e o desenvolvimento científico e tecnológico.