Vidraceiro é suspeito de matar a ex-mulher e a filha de 11 anos em SP

Um vidraceiro de 49 anos é procurado pela polícia suspeito de ter assassinado a ex-mulher e a filha na periferia de Piracicaba, a 138 km de São Paulo. Maria Angela dos Santos, 49 anos, e Danielly dos Santos Lima, 11 anos, foram encontradas mortas, baleadas na cabeça, na madrugada de segunda-feira.

O ex-marido de Maria e pai de Danielly, Gilberto Davino Lima, não foi encontrado desde o crime. De acordo com vizinhos, ele fazia ameaças constantes à ex-mulher, pois acreditava que a menina de 11 anos e o outro filho do casal, um adolescente de 16, não fossem seus filhos.

O delegado seccional de Piraciaba, João José Dutra revela que o depoimento do vidraceiro será importante para ajudar a desvendar o caso deste duplo homicídio. Os corpos de mãe e filha foram liberados pelo Insituto Médico Legal (IML) e os enterros estão marcados para as 17h desta terça-feira, em São Paulo, cidade ondem moram parentes das vítimas.