Presos que frequentam aulas têm redução da pena no Pará 

Cerca de 30% dos presos do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, em Santarém, localizado no oeste do Estado do Pará, participam de aulas do ensino fundamental ou de algum tipo de curso profissionalizante cedido pela superintendência do Sistema Penal do Pará (Susipe).

Os presos que participam dos cursos disponíveis têm redução gradativa nas penas. A cada doze horas frequentadas nos cursos, eles têm um dia reduzidos na condenação.

Dos 550 presos do centro em Santarém, 117 cursam o ensino fundamental por meio do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Além disso, outros 80 participam de cursos profissionalizantes.

As aulas são ministradas em uma sala e em uma igreja que ficam dentro da carceragem. "Acreditamos que, assim como a fé em Deus, a educação também é um poderoso instrumento de ressocialização do interno. Buscamos dar opção a eles e achamos que esse tem sido o cominho certo¿, afirmou em nora diretor do Centro, coronel Valter dos Santos.